Separamos alguns títulos da década de 1980 e início de 1990 para você se deleitar na nostalgia


Apesar de não oferecer toda a pompa da tecnologia atual, games da década de 1980 divertiram muita gente e se tornaram ícones que são eternamente lembrados.

Pac-Man – 1980


Clássicos dos clássicos, “Pac-Man” foi desenvolvido para arcades em 1980, por Tohru Iwatani, para a empresa Namco, sendo no futuro distribuído para o mercado americano pela Midway. O game, que conduz o jogador a comer balinhas deixadas num labirinto, foi muito bem recebido por público e crítica.


Tetris – 1984

“Tetris” é um jogo desenvolvido pelos russos Alexey Pajitnov, Dmitry Pavlovsky e Vadim Gerasimov, em 1984. O jogo tem espírito criativo, cujo objetivo está em encaixar peças de formatos diversos que descem do topo da tela e que devem eliminar linhas. O jogador perde quando as linhas não se formam e inundam toda a tela.

Super Mario Bros. – 1985


Lançado pela Nintendo em 1985, “Super Mario Bros.” foi um dos primeiros jogos a serem lançados em plataforma lateral. Este é o game mais vendido da história dos videogames e foi o principal responsável pelo suceddo do console NES. No ano de 2010 a Nintendo lançou uma compilação em homenagem aos 25 anos do jogo.

Alex Kidd in Miracle World - 1986

Embutido no console Sega Master System, o game do garotinho Alex Kidd foi um forte concorrente para o “Super Mario Bros.”. Isso por sua jogabilidade ser próxima ao game do encanador.

 
Street Fighter – 1987

Desenvolvido originalmente pela Capcom, “Street Fighter” é um dos mais populares jogos de luta já lançados ao mercado. O game oferece ao jogador a opção de escolher entre os melhores jogadores do mundo, e lançar um golpe especial conhecido como o popular “hadouken”.

 Prince of Persia - 1989

Outro clássico que começou lá em 1989. Apesar de não ter um “i” antes do “P”, Prince of Persia é um produto originalmente da Apple, já que foi lançado pela primeira vez na plataforma Apple II. De lá para cá, o jogo ganhou diversas continuações e se tornou cada vez mais conhecido no mundo do entretenimento. Tanto que até ganhou um filme produzido pela Disney. E olha que mais jogos da série vêm por aí, hein?

 Golden Axe – 1989

Quando se fala em batalhas no estilo hack and slash, ou simplesmente “jogos de porrada”, Golden Axe vem na cabeça. O título foi lançado em 1989 para os fliperamas, e por sorte divina para os jogadores também foi convertido para o Mega Drivee Master System. A pancadaria medieval deu tão certo que duas sequências do título foram lançadas. E a série chegou a sobreviver até hoje, com um jogo para Xbox 360 e PlayStation 3.

Sonic The Hedgehog - 1991

O ouriço azul deu as caras pela primeira vez em 1991, no Mega Drive. Com uma história maluca em que um cientista gordo aprisiona animais e quer dominar o mundo, Sonic conquistou a juventude gamer e entreteu a infância de muita gente. E ele continua bem vivo assim como seu ex-concorrente e agora “parceiro” Mario Bros.

Mortal Kombat - 1992

Apesar de Mortal Kombat ter sido lançado em 1992 com muitas versões em que não continha sangue, há um código secreto na tela de créditos iniciais que destravava a sangria do game em sua versão “original”. Nem precisa falar que todo moleque sabia a combinação, não é mesmo?
O maior atrativo do título que se consagrou como um dos melhores games de lutas já criados é o sangue e sua violência. Agora, é curtir as ramificações do jogo, que foram parar em um jogo de aventura, em batalhas contra o universo DC e o mais novo game da série que chega no mês de abril deste ano.

1 Comentários owned:

Anônimo disse...

Nossa...
Pac Man e Tetris rula *-*

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados.

Politica de comentários:
- Usar palavras que possam ser insultos para as outras pessoas não é permetido
- Não flodar a página
- Divulgar outros sites não será aceito


Obrigado.

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p


.:LAYOUT DESENVOLVIDO E EDITADO POR:.

Todas as imagens de filmes, séries, jogos, desenhos animados e afins são marca registrada de seus respectivos proprietários. Todo o material produzido pelo blog pode ser usado de forma livre, desde que sejam dados os devidos créditos.